21XXX. New England IPA

Impressão geral:

Trata-se de uma cerveja bastante lupulada, turva e com um aroma tropical e frutado, com um amargor engenhosamente baixo e refinado.
É um estilo para os amantes do lúpulo que não gostam de sacrificar nada ao filtro.

Aroma:

É característico um perfil aromático intenso a muito intenso a lúpulo de variedades Americanas ou do Novo Mundo. Toranja, pêssego, melão e tangerina são os mais comuns.
Se presentes, as notas herbais devem ser baixas.
Os aromas provenientes do malte devem estar em segundo plano.
Notas frutadas proveninetes da levedura podem ser detectadas.
Se estiver presente, o álcool deve ser muito suave.

Aparência:

Cor de dourado a âmbar-avermelhado suave.
Muito turva, não filtrada.
Espuma mediana, branca a marfim, com muito boa persistência.
Durante o acondicionamento em garrafa a levedura permanece em suspensão.

Sabor:

Na boca o sabor a lúpulo é elevado a muito elevado, devendo reflectir os lúpulos Americanos ou do Novo Mundo, fazendo perpassar as notas a toranja, pêssego, melão, tangerina, etc.
Amargor baixo a muito baixo.
Sabor a malte médio-baixo a médio, sendo que algum caramelo e tostados são aceitáveis.
O carácter frutado de leveduras inglesas é aceitável mas não requerido.
O sabor e amargor dos lúpulos podem ser persistentes mas não pungentes e agressivos.

Paladar:

Corpo médio-baixo a médio com uma textura suave que pode ser ajudada por uma muito baixa presença de álcool nas versões mais fortes.
Carbonatação média a média-alta.
Final seco a meio-seco, a doçura residual deve ser baixa a nula.

Ingredientes:
Pale ale ou 2 row de base.
Cereais com alto teor de proteína, tais como trigo e aveia.
Lupulo Americano ou do Novo Mundo.
Levedura inglesa pouco atenuante, com um perfil marcadamente frutado.
Perfil da água é mais balanceado para cloretos a sulfatos, o que transmite uma sensação de boca mais suave e redonda.

Estatísticas:
OG:
1044-1052
IBU:
25 – 40
FG:
1010-1018
SRM:
6-14
ABV:
4,3-5,6%

Exemplo:
São cervejas que só agora começam a surgir na Europa, sendo mais fáceis de encontrar nos EUA. Mas é um estilo em franco desenvolvimento e que está na moda, havendo já exemplares da La Pirata, Nómada, Napar, Dois Corvos, etc.